what if…?

“Se tudo não tivesse caído ponte abaixo, hoje como nós estaríamos?

Noivos?

Talvez.

Prontos?

Possivelmente não.
Mas isso não parecia importar.

Por que a gente tinha – ou achava que tinha – o que precisava pra dar qualquer passo em falso. Pra cair de qualquer penhasco. Pra pular de qualquer avião.
Ninguém ia vencer o que nós tínhamos construído.

Só nós mesmos”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s