Meu protesto particular.

Vim aqui protestar.

Protestar por você.

Protestar pela dor que senti quando você foi embora. O quão vazia eu fiquei e o quão abandonada me senti.
Protesto pela falta que eu senti da sua voz calma. Do seu sotaque. De como eu me sentia acanhada ao falar com você no telefone e como te decifrava pelo seu sorriso.
Protesto pelas palavras não ditas. Protesto pelas danças que não dançamos ainda, as receitas que não preparamos, pelos sonhos que não realizamos.
Protesto pela sua ocupação nos espaços vazios da minha mente e da minha memória.

Protesto e protesto e protesto.

E só vai acabar quando eu ter você de volta. Todo você de volta.