O que ninguém avisa.

A gente cresce com medo das várias doenças que tem por aí. Câncer, tuberculose, hepatite, problemas cardíacos, vitiligo, diabetes, enfim. Eu tenho pessoas na minha família que tiveram câncer, meu avô faleceu por ser hipertenso, meu pai é hipertenso. Isso é até normal de falar. Eu tinha um hemangioma que pegava metade do meu rosto e me fazia ser a piada favorita dos meus colegas de sala, mas eu sabia muito bem o que aquilo era. E quando as pessoas estranhavam, eu sabia responder.

Agora o que você pensa ao dizer que tem uma doença mental?

Sua mãe depressiva, seu tio esquizofrênico, sua prima borderline.

Sempre fica aquele silêncio. Aquele vazio.
Você que tem não fala. Apenas toma seus remédios em silêncio, vai pra o seu psiquiatra ‘fugido’.

Pra quê isso? Pra criar ainda mais preconceito na cabeça de todo mundo? Pra ficar que nem um monte de pessoas que eu vejo por ai que podiam ser muito melhores, mais felizes, mais saudáveis, ter uma vida OK, mas não são pelo simples fato de não aceitarem ir a um médico.

Uns dois meses atrás, uma pessoa que eu conheço postou no facebook algo como ‘Pelo fim da bipolaridade das pessoas’ e uma hashtag qualquer. Aquilo me incomodou. Possivelmente eu faria a mesma piada uns anos atrás – assumo isso na boa. Mas agora, não. Respondi que ela tava falando da bipolaridade errada. Ela respondeu que não. E eu retruquei de modo bem humorado ‘então dá dois comprimidos de litio 450mg por dia que melhora’.

Duvido que ela tenha entendido.

Ser bipolar não é uma piada que você coloca no facebook. Ter uma doença mental tem que deixar de ser tabu. Se existisse o mesmo tabu que existia em relação a AIDS anos atrás, não existiriam coquetéis de remédios, tratamentos, aumento da vida do paciente. Pior é você ter e não se tratar, não saber viver com isso.

E não é de mim, a garota de 22 anos que vai tomar remédio a vida toda, vai ser taxada de louca, apenas por que assume uma doença que ninguém quer assumir, que eu vou ter pena. É de você.

Anúncios

3 respostas em “O que ninguém avisa.

  1. Valeu filha…uma grande ajuda para se viver com qualquer doença é assumi-la e não esconder-se do mundo…faltou dizer q tenho tb…diabetes, colesterol alto, atrite e mais coisas…kkkkkkkkkkkkkkkk…bjs amo vc

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s