hospital(idade)

Trabalho em um hospital desde novembro de 2010. Relativamente pouco tempo. Mas muito para alguém que não estuda medicina/farmácia/biologia/biomedicina/fisioterapia/enfermagem/terapia ocupacional/psicologia. Me orgulho em dizer que ainda não vejo as pessoas como pacientes, doentes, enfermos. Me orgulho de verdade.

E, como participante diária e inativa de um enorme hospital público, onde o museu é confundido com elevador, fisioterapia, medicina nuclear e necrotério (ok, estou exagerando, esse não foi ainda), resolvi escrever um pouco sobre como funciona, como pensa, logo, existe. Como vive um hospital (e todo mundo dentro dele).

Hospital(idade), a gente vê por aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s