crocodile rock

– Uma meia para Gnomeu e Julieta, por favor.
– Uma?
– É, uma. 4,50 certo? – passei o dinheiro o mais rápido que pude para ela – Sessão de 16:15.

Ela passou o ingresso e eu sai.

Hoje é 8 de março, ou seja, dia internacional da mulher. Clichê falar sobre quantas mulheres queimaram sutiens, morreram e lutaram pra gente ter um dia dedicado à ganhar flores, parabéns ou chocolates (ou só ganhei um, depois de ter pedido).
Ou seja, é o melhor dia possível para eu me provar que sou independente o bastante e ir ao cinema. Sozinha.

Todos os outros dias do ano, as pessoas me achariam uma baranga (ou charanga, como insiste o corretor automático – seja lá o que isso queira dizer) solitária, encalhada e frustrada, que só precisa de alguma comédia romântica boba e pipoca pra descarregar as dores. Não hoje, dia da mulher. Hoje eu sou independente. Pago minhas contas com meu salário, como no Chinatown e na BK feliz da vida.
Hoje eu não quero ninguém olhando pra mim. Hoje eu não quero ouvir voz de mais ninguém que eu não queira conversar.

Então você, atendente do box cinemas do shopping guararapes, se prepare. Eu vou pedir mais uma meia entrada por ai de vez em quando.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s